Black Mirror 6ª temporada

Black Mirror

Netflix Série
Veja agora
9.3

Surpreendente

9.9

Média do usuário

Black Mirror é frequentemente descrito como uma versão moderna do popular programa de TV dos anos 60, The Twilight Zone. Embora compartilhem algumas semelhanças, Black Mirror é muito mais sombrio por natureza. O programa levanta questões instigantes sobre o futuro, as conexões humanas e o impacto negativo da tecnologia em nossas vidas.

Muito já foi escrito sobre a série de Charlie Brooker Black Mirror que originalmente foi ao ar em 2011 na rede de TV britânica Channel 4.

A série abrange 5 temporadas com 22 episódios, com Black Mirror 6 temporada na produção, que pode variar de 40 minutos a mais de 70 minutos de duração. Embora esta seja uma série, os episódios não estão relacionados (além de um alguns ovos de páscoa).

O que une os episódios é uma visão distópica do futuro que às vezes parece muito próxima para o conforto.


Sobre o que é o Black Mirror?

Black Mirror é uma série antológica, o que significa que cada episódio conta uma história independente com personagens e cenários diferentes.

O show explora as possíveis consequências de nosso relacionamento em constante evolução com a tecnologia e como isso pode moldar nossas vidas em um futuro próximo.

O programa aborda vários temas, incluindo privacidade, vigilância, inteligência artificial, realidade virtual e o impacto das mídias sociais na saúde mental.

Cada episódio apresenta um cenário “e se” único que força os espectadores a confrontar verdades desconfortáveis ​​sobre a natureza humana e nossas escolhas em um mundo em rápida mudança.

Um episódio de destaque que encapsula a essência de Black Mirror é "Nosedive" da 3ª temporada.

Este episódio explora um mundo onde as pessoas são classificadas por suas pontuações nas mídias sociais, com pontuações que impactam todos os aspectos de suas vidas – desde oportunidades de emprego até opções de moradia.

Este episódio lança um olhar crítico sobre a obsessão com validação social e até onde as pessoas irão para manter seu status percebido.

Vale a pena assistir Black Mirror?

Sim, Black Mirror vale a pena assistir por uma variedade de razões. Cada episódio serve como uma narrativa independente, explorando diferentes temas e cenários relacionados à tecnologia e seu potencial impacto na sociedade.

Esse estilo de antologia significa que, mesmo que um episódio não ressoe com você, há uma boa chance de que o próximo o faça. Black Mirror's aclamação da crítica e influência cultural são testemunhos de sua qualidade e relevância.

Black Mirror atrai um público amplo, independentemente do gênero. Suas narrativas são centradas no ser humano, explorando temas universais e dilemas que ressoam com as pessoas em um nível fundamental. Homens e mulheres podem apreciar a narrativa complexa, os personagens complexos e os temas instigantes do programa.

Além disso, Black Mirror não é apenas para fãs do gênero sci-fi. Suas histórias estão enraizadas em experiências humanas e questões sociais, tornando-o acessível a espectadores que normalmente não são atraídos pela ficção científica.

Sua exploração de dilemas morais e éticos, tendências sociais e a condição humana muitas vezes se aventuram nos territórios do thriller psicológico, do drama e até da comédia de humor negro. Essa mistura de gêneros e profundidade de narrativa pode atrair uma gama diversificada de espectadores.

Seu apelo universal reside em sua capacidade de mostrar um espelho para nossa sociedade, forçando-nos a confrontar e questionar nossa relação com a tecnologia e uns com os outros.

Quais são os melhores episódios de Black Mirror?

Selecionar os melhores episódios de uma série tão diversa e instigante quanto Black Mirror pode ser subjetivo, pois episódios diferentes podem ressoar mais fortemente com espectadores diferentes. No entanto, aqui estão cinco episódios de destaque que foram particularmente elogiados pela crítica e pelo público:

  1. San Junipero (3ª Temporada, Episódio 4): Este episódio é uma das histórias mais edificantes da antologia obscura. Situado em uma realidade simulada para idosos e falecidos, “San Junipero” é uma exploração tocante do amor, da mortalidade e do desejo humano de felicidade.
  2. Urso Branco (Temporada 2, Episódio 2): “White Bear” é um dos episódios mais chocantes e instigantes de Black Mirror. O episódio mantém você na dúvida até os momentos finais, culminando em um comentário sobre justiça, punição e a sede de vingança do público.
  3. Toda a sua história (temporada 1, episódio 3): Em um mundo onde as pessoas podem reproduzir memórias à vontade, este episódio explora as potenciais repercussões emocionais de tal tecnologia. “The Entire History of You” é uma exploração assustadora da paranóia, do ciúme e dos perigos de se apegar ao passado.
  4. Mergulho (Temporada 3, Episódio 1): Com uma sociedade que valoriza os indivíduos com base em um sistema de classificação social, este episódio fornece um comentário satírico sobre nossa obsessão com a mídia social e a validação pública. O “Nosedive” em tons pastéis adverte contra as armadilhas de um mundo hiperconectado.
  5. Bandersnatch” (filme interativo)"Bandersnatch” é uma entrada única na antologia Black Mirror. Como um filme interativo, permite que os espectadores façam escolhas para o personagem principal, levando a diferentes caminhos e finais da história. “Bandersnatch” explora temas de livre arbítrio, controle e pressão de tomada de decisão.

Cada episódio exemplifica Black Mirror's capacidade de misturar narrativas cativantes com crítica social, tornando-as excelentes pontos de partida para qualquer um novo na série ou episódios de destaque para os fãs revisitarem.

Episódios mais assustadores de Black Mirror

Black Mirror é conhecido por suas representações arrepiantes e às vezes assustadoras de distopias tecnológicas. Aqui estão alguns dos episódios que são amplamente considerados os mais aterrorizantes:

  1. Playtest (Temporada 3, Episódio 2): Este episódio mergulha um turista americano em um jogo de realidade aumentada que investiga seus medos mais profundos - as linhas entre o jogo e a realidade se confundem, levando a resultados terríveis.
  2. Men Against Fire (Temporada 3, Episódio 5): Num contexto militar, soldados estão equipados com tecnologia que manipula o que veem e percebem, alterando drasticamente sua visão da realidade. A terrível revelação da verdadeira natureza de seus inimigos levanta sérias questões sobre a ética da guerra e da tecnologia.
  3. Shut Up and Dance (Temporada 3, Episódio 3): Este episódio aterrorizante envolve um jovem forçado a uma série de atividades cada vez mais perigosas e criminosas devido a uma invasão de privacidade na Internet e chantagem. O episódio mostra os horrores potenciais das violações de privacidade.
  4. Metalhead (temporada 4, episódio 5): UMA mundo pós-apocalíptico é o cenário deste episódio cheio de tensão, onde o protagonista é perseguido implacavelmente por um “cachorro” robótico mortal. O retrato sombrio e a perseguição implacável da máquina fazem deste um dos episódios mais aterrorizantes.
  5. Black Museum (Temporada 4, Episódio 6): Esta antologia dentro de uma antologia conta três histórias separadas amarradas em um clímax horrível. Cada conto, apresentando a extração da consciência humana, um médico viciado em dor humana e um vida após a morte, são igualmente horripilantes em suas implicações.

Classificação etária de Black Mirror

Black Mirror é classificado como TV-MA nos Estados Unidos, o que significa que é destinado ao público adulto, geralmente recomendando que os espectadores tenham 17 anos ou mais. Essa classificação se deve aos temas complexos do programa, linguagem explícita, conteúdo sexual e instâncias de violência.

No Reino Unido, o British Board of Film Classification (BBFC) classifica episódios individuais de Black Mirror, com classificações que variam de 15 (adequado apenas para maiores de 15 anos) a 18 (adequado apenas para adultos).

No entanto, as classificações podem variar dependendo da região e da plataforma, e as classificações de episódios individuais podem diferir devido ao formato de antologia do programa. Portanto, é sempre uma boa ideia verificar a classificação específica de cada episódio em sua plataforma de streaming, e os pais devem considerar cuidadosamente a adequação do conteúdo para espectadores mais jovens.

Também vale a pena notar que, embora o programa seja destinado a um público mais velho, ele tem um amplo apelo devido à exploração de questões sociais e tecnológicas e pode ser um início de conversa valioso para adolescentes e famílias mais velhas. Sempre considere o nível de maturidade e a sensibilidade do indivíduo a determinados temas ao decidir se o programa é adequado para eles.

Estrelas famosas que apareceram em episódios de Black Mirror.

Black Mirror apresentou vários atores e atrizes conhecidos ao longo de sua exibição. Aqui estão alguns exemplos notáveis:

  1. Jon Hamm: Jon Hamm, mais conhecido por seu papel como Don Draper em “Mad Men”, estrela o episódio especial “White Christmas”. Ele interpreta um personagem que manipula o comportamento das pessoas para benefício comercial e também ajuda a 'bloquear' as pessoas na vida real.
  2. Bryce Dallas Howard: Bryce Dallas Howard, conhecida por seus papéis em filmes como "Jurassic World" e "The Help", aparece no episódio "Nosedive" (Temporada 3, Episódio 1). Ela interpreta uma mulher obcecada com sua classificação social em uma sociedade que valoriza os indivíduos com base em um sistema de classificação.
  3. Daniel Kaluuya: Daniel Kaluuya, que ganhou reconhecimento mundial por seus papéis em “Get Out” e “Judas and the Black Messiah”, aparece em “Fifteen Million Merits” (Temporada 1, Episódio 2). Ele retrata um personagem preso em um sistema onde as pessoas devem andar de bicicleta ergométrica para ganhar dinheiro.
  4. Andrew Scott: Andrew Scott, conhecido por seu papel como Moriarty em “Sherlock”, estrela em “Smithereens” (5ª temporada, episódio 2). Ele interpreta um motorista de carona que mantém um passageiro como refém para chamar a atenção de uma grande empresa de mídia social.
  5. Letícia Wright: Letitia Wright, popularmente conhecida como Shuri de “Pantera Negra”, aparece em Black Mirror (Temporada 4, Episódio 6). Ela interpreta uma personagem que visita um museu do crime e aprende sobre as histórias sombrias por trás das exposições.
  6. Jesse Plemons: Jesse Plemons, conhecido por seus papéis em “Breaking Bad” e “Fargo”, estrela em “USS Callister” (Temporada 4, Episódio 1). Ele interpreta o CTO de uma empresa de tecnologia que cria uma realidade virtual baseada em seu programa de TV favorito para escapar de sua vida real.
  7. Jodie Whittaker: Jodie Whittaker, que ficou conhecida mundialmente por seu papel como a Décimo Terceiro Doutor em “Doctor Who”, aparece em “The Whole History of You” (Temporada 1, Episódio 3).

Black Mirror's O formato de antologia permite que ele apresente uma gama diversificada de talentos em seus episódios, e muitos atores apresentaram atuações memoráveis ​​em seus respectivos papéis.

Nova temporada de Black Mirror?

A Netflix anunciou que a sexta temporada da popular série antológica britânica, Black Mirror, será lançado em junho de 2023. O show, criado por Charlie Brooker, é conhecido por seus contos afiados, cheios de suspense e satíricos que exploram a paranóia tecnológica.

A nova temporada contará com dramas independentes com uma variedade de gêneros. Já se passaram quase três anos desde que a quinta temporada foi lançada, e os fãs estão ansiosos para ver o que esta nova temporada reserva.

Kate Mara, que estrela um episódio da próxima temporada, falou sobre seu papel dizendo “A mágica ainda está lá”. Então prepare-se para um passeio emocionante enquanto aguardamos o lançamento de Black Mirror 6ª Temporada na Netflix!

Bom

  • Óptimo estado. Original
  • Instigante
  • Inteligente

Mau

  • Perturbador
9.3

Surpreendente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar tese HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>