Silêncio

Silêncio

Amazon Filme
Veja agora
7.4

Bom

Um conto épico que desafia a fé e o poder. Silêncio é um tipo muito diferente de filme de Scorsese que é uma obra-prima visual, mas também cansativo de assistir.

O diretor Martin Scorsese, conhecido por sua narrativa magistral e visuais cativantes, apresenta Silêncio. É um filme instigante que investiga profundamente as complexidades da fé, da crença e do espírito humano.

Adaptado do romance de Shūsaku Endō, esta poderosa experiência cinematográfica leva os espectadores a uma profunda jornada de introspecção da natureza humana e dos dilemas morais.

Com um elenco excepcional, Scorsese retrata habilmente uma história que desafia os limites da religião e testa a resiliência das próprias convicções.


Lançado em 2016, não é o mais bem-sucedido de Scorsese em nenhum trecho da imaginação. Mas com um elenco que inclui Liam Neeson, Adam Driver, Andrew Garfield e Ciaran Hinds, ainda é uma adição valiosa aos melhores trabalhos do diretor.

Do que se trata o silêncio?

Silêncio se passa no século XVII. Segue dois padres portugueses, padre Rodrigues (Andrew Garfield) e padre Francisco Garupe (Adam Driver), que se aventuram no Japão em busca de seu mentor, padre Ferreira (Liam Neeson).

O pano de fundo do filme é uma época em que o cristianismo foi banido e os cristãos japoneses foram impiedosamente perseguidos em seu país de origem.

Ao chegarem ao Japão, Rodrigues e Garupe testemunham a angustiante realidade vivida pela população cristã local. Os crentes são caçados, torturados e forçados a renunciar à sua fé.

Os dois padres encontram Kichijiro (Yosuke Kubozuka), um japonês convertido ao cristianismo que serve como guia, mas luta contra suas próprias fraquezas e traições.

Os padres, determinados a localizar o padre Ferreira e validar os rumores de sua apostasia, enfrentam imensos desafios enquanto navegam em um mundo onde sua fé é enfrentada com hostilidade e brutalidade.

Ao longo de sua jornada, Rodrigues lida com suas próprias dúvidas e os dilemas morais apresentados pela perseguição implacável. Ele testemunha o sofrimento da comunidade cristã e questiona por que Deus permanece em silêncio diante de tais horrores.

Enquanto as autoridades perseguem implacavelmente os padres, Rodrigues acaba sendo capturado e submetido a uma série de tormentos psicológicos e físicos destinados a quebrar seu espírito.

Em meio à sua angústia, Rodrigues finalmente se depara com o padre Ferreira, que de fato cometeu apostasia e renunciou à sua fé e agora vive como um respeitado conselheiro das autoridades japonesas.

Enquanto Rodrigues luta com sua fé, ele é repetidamente instado pelo Inquisidor (Issey Ogata), uma figura imponente que representa as autoridades japonesas, a pisar em um fumie, um símbolo cristão, como um ato de renúncia.

O Inquisidor afirma que renunciar à fé externamente, mantendo-a interiormente, é compassivo, poupando os crentes de mais sofrimento. Padre Rodrigues está dividido entre salvar a própria vida ou permanecer fiel às suas crenças, dividido entre o silêncio de Deus e os gritos de seus irmãos cristãos.

Silêncio trailer oficial

Vale a pena assistir o silêncio?

Silêncio confronta o público com questões profundas sobre fé, dúvida e os limites do sacrifício religioso.

Ele examina as lutas internas dos padres, que estão divididos entre manter sua fé e testemunhar as consequências brutais sofridas pelos crentes que encontram.

Por meio de suas experiências, Scorsese oferece uma exploração convincente da condição humana e de nossas escolhas diante da adversidade.

É um filme profundamente contemplativo que explora as complexidades da convicção religiosa. Vocês dois podem renunciar a sua própria fé e ainda acredita que está seguindo os passos de Jesus Cristo?

As performances em Silêncio são excepcionais, com Andrew Garfield apresentando um retrato convincente do padre Rodrigues, capturando a luta interna e os dilemas morais enfrentados por seu personagem.

Adam Driver atua fortemente como Padre Garupe, mostrando efetivamente o contraste entre a convicção inabalável e a dúvida insidiosa. A breve mas impactante aparição de Liam Neeson como padre Ferreira acrescenta profundidade e peso emocional à narrativa.

A atenção de Scorsese aos detalhes e a primorosa fotografia do filme transportam o público a um tempo e lugar onde a fé é testada em meio a grande sofrimento. A trilha sonora assustadora e os visuais impressionantes criam uma sensação palpável de tensão e desespero.

Enquanto Silêncio não é um filme que oferece gratificação imediata, é uma obra-prima cinematográfica que recompensa aqueles que buscam uma exploração profunda da fé, da moralidade e da experiência humana.

Ele desafia os espectadores a confrontar suas próprias crenças, tornando-se uma experiência valiosa e instigante para aqueles que desejam embarcar em sua jornada espiritual.

O silêncio (filme) é baseado em uma história real?

Não, Silêncio não é baseado em uma história real. No entanto, o filme é uma adaptação do romance Silêncio escrito por Shūsaku Endō, que foi inspirado em eventos históricos e na perseguição da vida real aos cristãos na cultura japonesa do século XVII.

Os personagens e eventos do filme são fictícios, mas têm como pano de fundo um contexto histórico e se baseiam nas lutas enfrentadas pelos cristãos naquela época.

Martin Scorsese, o diretor e roteirista Jay Cocks adaptou o romance para criar uma experiência cinematográfica poderosa e instigante.

Silêncio Elenco e personagens do filme

Andrew Garfield (Sob a bandeira do céu) como Padre Sebastião Rodrigues. Um jovem padre jesuíta português, lutando com os desafios à sua fé e os dilemas morais apresentados no Japão.

Adam motorista (65) como Padre Francisco Garupe. Um colega padre jesuíta e amigo próximo de Rodrigues, que embarca na missão ao Japão ao lado dele.

Liam Neeson (The Commuter) como Padre Ferreira. O mentor de Rodrigues e Garupe, que supostamente renunciou à sua fé e desapareceu no Japão.

Yosuke Kubozuka como Kichijiro. Um cristão convertido japonês complexo e problemático que serve como guia e desempenha um papel fundamental na jornada dos padres.

Issey Ogata como O Inquisidor. Uma figura formidável e enigmática que representa as autoridades opressoras encarregadas de eliminar os cristãos japoneses.

Ciaran Hinds (Belfast) como Padre Valignano e a voz de Jesus.

Prepare-se para entretenimento ininterrupto com acesso a milhares de filmes e programas de TV populares, incluindo Amazon Originals premiados. Além disso, aproveite a conveniência da entrega GRATUITA em um dia para milhões de itens. Com a capacidade de assistir em qualquer lugar e cancelar a qualquer momento, você nunca terá que se preocupar em ficar preso. Então, por que esperar? – Subscrever

Teste gratuito de 30 dias disponível.

Bom

  • Cinematografia incrível
  • Incrivelmente intenso
  • Poderoso e instigante

Mau

  • Esmagador
  • Exausto
7.4

Bom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar tese HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>